nov
20
2021

BRASIL – Suspeito de desviar R$ 100 milhões, padre Robson é alvo de pedido de prisão da PF ao STJ

Investigado por suspeita de desviar dinheiro da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), o padre Robson de Oliveira, de Goiás, se tornou alvo de um pedido de prisão feito pela Polícia Federal ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). Na solicitação, a PF aponta que o religioso teria movimentado mais de R$ 100 milhões em doações de fiéis. Os valores, que deveriam ter sido aplicados na construção de uma nova Basílica, serviram para o sacerdote comprar fazendas, casa de praia e até um jatinho, segundo indicam investigações do Ministério Público Goiano.

Durante o período em que esteve como reitor do Santuário Divino Pai Eterno, entre 2003 e agosto de 2020, padre Robson figurou entre as lideranças religiosas mais populares do País. Há alguns anos ele havia iniciado campanha de arrecadação entre os fiéis para a construção da Basílica de Trindade, que tinha a promessa de ser a maior do Estado. A obra, iniciada em 2012, deveria ter sido concluída em 2018, mas o prazo foi adiado para 2026. A PF investiga a relação entre o atraso na construção e os supostos valores desviados pelo padre.

Ao portal de notícias UOL, a defesa de Robson negou que o padre esteja envolvido em irregularidades e disse que não existem motivos para sua eventual prisão. Confiantes de que o pedido não será acolhido pelo STJ, os advogados da sacerdote informaram que sequer estão preparando habeas corpus preventivo e que só o farão caso sejam “surpreendidos” com o deferimento da solicitação feita pela PF. O STJ não informou se há prazo para o julgamento do pedido. O ministro Benedito Gonçalves foi escolhido como relator do caso.

Robson está na mira da Justiça desde a deflagração da Operação Vendilhões, em 21 de agosto de 2020. No dia seguinte, o padre pediu afastamento da Afipe e deixou a reitoria do Santuário. O sacerdote é suspeito de integrar uma organização criminosa, composta por outras 17 pessoas, que teria praticado crimes como lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e apropriação indébita.

Fonte: O POVO

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, sob o Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalho atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, onde apresento o Programa HORA DA NOTÍCIA - no horário de 11hs ás 13 horas. Nas tardes da Paraíso FM levo alegria de descontração no Programa FORRONEJO de 15hs ás 17 horas. Se ligue com a gente e venha curtir o melhor da informação e do entretenimento musical.

Deixe um comentário