set
28
2021

CEARÁ – Com reajuste do piso salarial do magistério para R$ 3.789, 120 municípios do CE ultrapassarão limites de gastos com pessoal

O reajuste salarial de 31% para os professores gera apreensão entre os gestores de, pelo menos, 120 municípios do Ceará que, nesse momento, ultrapassam o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). O limite prudencial é de 51,3% das despesas com o pessoal. Esse percentual é a luz amarela que começa a piscar como alerta contra o descumprimento da LRF, que estabelece, em 54% o limite de gastos da administração pública com pessoal.

O consultor econômico e financeiro da Associação dos Prefeitos do Ceará (Aprece), André Carvalho, disse, nesta terça-feira, em entrevista ao Jornal Alerta Geral, que as estimativas de aumento da contrapartida de recursos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e da Valorização dos Profissionais) são animadoras, mas, ao mesmo tempo, é preocupante o impacto do reajuste salarial nas contas dos Municípios.

O reajuste salarial, segundo ele, tem critérios diferentes dos índices aplicados para correção das verbas destinadas pela União por meio do Fundeb, o que, para 2022, ameaça o desequilíbrio nas contas de muitas cidades brasileiras. Diante do cenário de preocupação, os prefeitos se movimentam para o Congresso Nacional aprovar um projeto de lei que refine as regras para reajuste do piso salarial do magistério. Enquanto a lei não é aprovada, os gestores trabalham com um cenário de dificuldades para 2022.

Fonte: Ceará Agora

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, sob o Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalho atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, onde apresento o Programa HORA DA NOTÍCIA - no horário de 11hs ás 13 horas. Nas tardes da Paraíso FM levo alegria de descontração no Programa FORRONEJO de 15hs ás 17 horas. Se ligue com a gente e venha curtir o melhor da informação e do entretenimento musical.

Deixe um comentário