jan
8
2021

BRASIL – Covid-19: Eficácia da vacina chinesa Coronavac é das mais baixas do mundo: 78%

 eficácia da vacina chinesa Sinovac, rebatizada de Coronavac no Brasil, não passa dos 78%, uma das mais baixas das vacinas disponíveis como a da Pfizer ou da Moderna, com eficácia superior a 95%.

Até a vacina russa Sputnik V tem eficácia bem superior a Coronavac, de 91,4%, segundo relatório final da sua fase 3.

O próprio governo da China fez opção pela vacina desenvolvida por outro laboratório, o Sinopharm, apesar de sua eficácia de 79% também ser considerada baixa.

Principal aposta do governo paulista para vacinação contra a Covid-19, teve uma eficácia de 78% nos estudos finais realizados no País.

O estudos mostrando a eficácia de apenas 78% foram apresentados nesta quinta-feira (7) pelo Instituto Butantan, que se responsabilizou pelos testes da Coronavac no Brasil.

O Instituto Butantan ainda não solicitou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) registro definitivo ou autorização para uso emergencial da vacina no Brasil.

O Instituto Butantan havia prometido solicitar o registro e uso emergencial da vacina no próximo dia 15, mas, com a definição da sua eficácia, a expectativa é que essa solicitação seja feita a qualquer momento.

Fonte: Diário do Poder.

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário