out
24
2018

SOBRAL – Camilianos realizam diagnóstico técnico na Santa Casa de Sobral e podem assumir a administração do hospital.

Na manhã da última segunda-feira (22/10), a Direção Geral da Santa Casa de Misericórdia de Sobral (SCMS), através do seu Provedor  Dom José Luiz de Vasconcelos, recebeu a comitiva da Congregação dos Padres Camilianos. Durante o encontro, Dom Vasconcelos comunicou aos coordenadores de serviços da Santa Casa, presentes à reunião, que a presença dos Camilianos no hospital tinha como objetivo a realização de um diagnóstico técnico, tendo em vista uma provável parceria para administração da Santa Casa pelo grupo através de um comodato.

Na oportunidade, Dom Vasconcelos disse que o diagnóstico a ser realizado pelo grupo Camilianos foi uma decisão tomada mediante aprovação do Colégio de Consultores da Diocese de Sobral, grupo de padres eleitos pelo clero para administrar os bens  da Diocese. Dom Vasconcelos informou, ainda, que o processo que está tendo início não deve ser motivo de preocupação para os colaboradores,  uma vez que este momento é apenas uma análise situacional da Santa Casa pelos Camilianos.
“Esta inquietação e ansiedade, com a presença dos Camilianos no hospital, é sem fundamento. Primeiro, a Santa Casa não deixará de ser hospital filantrópico, não deixará de atender os menos favorecidos, pois existe um acordo, caso os Camilianos venham assumir a direção do hospital,  de manter a essência da  Santa Casa. Não deve-se pensar, também, que se os Camilianos assumirem o hospital vai haver demissão de massa, claro que havcrá critérios  administrativos de análise e competência de pessoas. Neste primeiro momento o diagnóstico é para analisar a situação do hospital”, explica Dom Vasconcelos.
 Segundo o Padre Francisco Gomes da Silva (Superintendete Regional), que representou o Grupo Camilianos, o diagnóstico a ser realizado durante toda esta semana é para obter informações mais precisas do hospital. “Após este diagnóstico é que iremos tomar a decisão se iremos assumir ou não a administração da Santa Casa e um processo de comodato”, explica Padre Francisco. “Uma vez assumindo a gestão da Santa Casa, todos devem  ficar tranquilos que não chegaremos aqui demitindo ninguém para colocarmos outros profissionais, mas como será uma nova administração existem processos a serem seguidos e as pessoas terão a oportunidade de se adaptarem e é claro que mudanças também ocorrerão, conforme a necessidade, mas o propósito é trabalhar com as equipes daqui”, explica Padre Francisco.
Após as devidas considerações, o Padre Francisco Gomes da Silva apresentou a equipe de trabalho presente à reunião: Padre Genimar Maretto (Superintendente Adjunto Regional), Ademir de Oliveira (Diretor Adjunto Regional), Marcelo Grando (Gerente Regional de TI), Edmilson Rufino (Gerente Regional de Contabilidade), Jair Gomes (Diretor de Controladoria) e Rodrigo César Costa (Analista de Processos Internos). Pela Santa Casa de Sobral estiveram presentes ao encontro o Padre Bosco Linhares (Diretor Finaceiro/SCMS) e Dr. Cristiano Costa (Diretor Técnico), além dos coordenadores de serviços do hospital.
Fonte: Blog Encontro com a saúde.

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário