ago
23
2018

BRASIL – Eleições 2018: Ministro do STJ nega pedido de presidente do PDT para visitar Lula na prisão.

O ministro Felix Fischer, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), negou pedido feito por Carlos Lupi, presidente do PDT, para visitar, na condição de amigo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR), onde ele está preso desde abril. A decisão é de terça (21).

Lupi teve o pedido negado pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4a Região) e recorreu ao STJ.

Relator da Lava Jato no tribunal, Fischer indeferiu o pedido, feito em caráter de urgência. O magistrado não identificou urgência no caso. Adversário de Lula, o presidenciável Ciro Gomes é do PDT.

As visitas a Lula têm sido negociadas entre a defesa e a Polícia Federal. Desde abril, políticos, ativistas e apoiadores tentam visitar Lula, alguns sem êxito.

O monge Marcelo Barros, que conseguiu visitar Lula, disse ter encontrado o petista sentado à mesa, iante de livros recebidos do teólogo Leonardo Boff, que o visitou em 7 de maio. Os ex-ministros Franklin martins (secretaria de Comunicação) e Celso Amorim (Relações Exteriores) visitaram o líder político em julho.

Lula pediu ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) seu registro de candidatura para concorrer à Presidência em outubro. A procuradora-geral, Raquel Dodge, contestou. O argumento central é que ele é inelegível por causa das regras da Lei da Ficha Limpa, que barra condenados em segunda instância.

O processo de registro de candidatura está com o ministro Luís Roberto Barroso, do TSE. A defesa do petista tem até a próxima quinta-feira (30) para rebater as contestações feitas ao pedido de registro.

Fonte: Folha de São Paulo.

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário