set
22
2017

SOBRAL – ABACAXI GROSSO: Câmara Municipal discute nesta sexta feira, nas Comissões o Projeto do CÓDIGO TRIBUTÁRIO de Sobral.

Sexta feira com temperatura quente na Câmara Municipal de Sobral.

Hoje tem reunião das Comissões da Câmara de Vereadores de Sobral. Na pauta, mais um grande ABACAXI para ser engolido pelos Vereadores sobralense.  Trata-se de um Projeto de Lei enviado pelo Prefeito Ivo Gomes, com mais de 38 páginas, com várias alterações na  Lei Complementar n° 39, de 23 de dezembro de 2013, que instituiu o Código Tributário do Município de Sobral, na forma que indica, e dá outras providências.

Soube que a CARGA TRIBUTÁRIA que foi enviada pelo Prefeito IVO GOMES para ser analisada e votada pelos Vereadores é uma verdadeira PORRADA no BOLSO do sobralense. Alegando defasagem nos valores cobrados, vários impostos tiveram aumentos e outros criados, como é o caso da Taxa de Turismo Sustentável, uma espécie de cobrança para que o “turista” possa entrar em Sobral, como hoje é cobrado em Jericoacoara e Camburiú(SC)…

Soube que houve uma “Audiência Pública  bem silenciosa”, muito pouco divulgada,  convocada a poucas horas de acontecer. Parece-me que a ideia era deixar a população sem saber do ABACAXI que vão ter que engolir com casca e tudo…

Os vereadores de oposição prometem fazer muita zoada, mas têm consciência de que os “Vereadores que dão apoio ao Prefeito” votarão pelo aprovação de tudo.

O povo está de olho…

Conheça o atual Código Tributário vigente no município de Sobral, que já foi alterado em 2015, Click Aqui

Fonte: Sobral Agora. 

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário