set
21
2017

CEARÁ – NOTA 10: CE tem maior número de escolas públicas classificadas como excelentes no Brasil.

Escola Francisco Monte – Taperuaba/Sobral.

Uma pesquisa feita pela Fundação Lemann, Instituto Credit Suisse Hedging-Griffo e Itaú BBA, a partir de dados da Prova Brasil, aponta, segundo reportagem do portal G1, que o estado do Ceará tem o maior número de escolas de baixa renda classificadas como excelentes. O resultado da pesquisa foi divulgado nessa terça-feira, 19 de setembro.

De acordo com a pesquisa, são 84 unidades que atendem alunos dos anos iniciais, com destaque para a cidade de Sobral, onde estão 19 escolas. Outras 31 escolas cearenses para estudantes do segundo ciclo do fundamental de baixa renda estão na lista de excelência – seis delas, em Sobral.

O mapeamento tem como base a Prova Brasil, um exame que avalia os conhecimentos dos alunos em matemática e língua portuguesa. O resultado do desempenho é um dos componentes do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Entre as escolas que atendem aos critérios de excelência com equidade nos anos iniciais do ensino fundamental,  correspondentes a  2011, 2013 e 2015, estão as Escolas Municipais Dinorah Ramos, Mocinha Rodrigues e Raimundo Pimentel Gomes, da cidade de Sobral.

A pesquisa revela, ainda, que, em termos de atendimento aos critérios de excelência com equidade nos anos finais do ensino fundamental em 2013 e 2015, estão as Escolas Municipais Aquiles Peres Mota, da cidade de  Carnaubal, Inácio de Barros Neto, de Russas, e Francisco Monte, de Sobral.

(Via Ceará Agora)

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, sob o Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalho atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, onde apresento o Programa HORA DA NOTÍCIA - no horário de 11hs ás 13 horas. Nas tardes da Paraíso FM levo alegria de descontração no Programa FORRONEJO de 15hs ás 17 horas. Se ligue com a gente e venha curtir o melhor da informação e do entretenimento musical.

Deixe um comentário