set
4
2017

CEARÁ – GRAVE: Bebê de 1 mês está em estado grave após receber medicamento errado na UPA do José Walter.

Um bebê de pouco mais de 1 mês de idade está em estado grave no Hospital Infantil Albert Sabin após ter recebido a dosagem errada de um medicamente na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro José Walter, em Fortaleza. Até o final da manhã deste domingo (3), Kaleb Levy Rodrigues Pereira ainda aguardava na Sala de Ressuscitação por uma vaga em uma Unidade de Tratamento Intensiva (UTI).

Segundo a avó da criança, Edilene Rodrigues, Kaleb apresenta problemas respiratórios desde o nascimento. Na noite da sexta-feira (1°), a mãe da criança, Evilene Rodrigues, o levou ao Hospital Distrital Gonzaga Mota, no José Walter. No entanto, como o aparelho de raio-x estava com defeito, decidiram transferir o bebê para a UPA.

De acordo com Edilene, na UPA, a orientação médica foi de internar a criança devido a gravidade do problema respiratório até que conseguissem uma transferência para um hospital. No sábado de manhã, a avó foi levar roupas para a criança antes de ser transferida. Segundo Edilene, a criança aparentava saúde melhor que na noite anterior.

No entanto, uma enfermeira da UPA teria errado o procedimento de medicação de Kaleb e, ao invés de aplicar a medicação dissolvida no aerossol, aplicou diretamente na veia. Segundo a avó, imediatamente a criança começou a passar mal nos braços da mãe, com sangue escorrendo pelo nariz e o corpo ficando rígido.

Através de nota, a Secretaria da Saúde do Ceará(Sesa) confirmou que Kaleb foi atendido com quadro de broncoespasmo na UPA e houve o erro na administração da medicação, com dosagem maior que a indicada de epinefrina, remédio para crise asmática. O fato resultou em “reação adversa grave, por diversas causas”, afirma a nota.

O bebê foi levado para o Albert Sabin, mas, até o final da manhã deste domingo, segundo a avó, Kaleb ainda não havia sido internado na UTI. Segundo ela, o bebê estava sendo mantido na sala de ressuscitação enquanto aguardava vaga em UTI. Os familiares não tê acesso à sala, exceto em breves momentos em que a mãe pode ver a criança através do vidro.

A Sesa informou ainda que “uma sindicância será instaurada na UPA do José Walter para apurar os fatores que levaram a esta situação. Após os resultados, encaminhamentos administrativos serão tomados para minimizar os riscos de situações como esta voltarem a acontecer”

Fonte: Tribuna do Ceará

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário