ago
10
2017

SOBRAL – Justiça condena a mais de 28 anos de prisão o homem que teria matado o Vigilante Marquinho.

O principal acusado da morte do vigilante da Escola Monsenhor José Gerardo, Yure Mesquita Alves, foi condenado pelo Tribunal de Justiça, Fórum de Sobral, nesta quarta feira(9), a 28  anos e 25 dias de prisão.

Yure Mesquita teria assassinada o vigilante identificado por Marcos de Paiva Rodrigues, 43 anos, atendia por Marquinhos (Membro de uma família bastante conhecida no Sinhá Sabóia, irmão do Paulo Pimentel, da ”Teca do Bar”, etc).  O fato aconteceu dentro da Escola Monsenhor José Gerardo. O bandido levou a arma do trabalhador.

De acordo com relatos dos alunos, no momento do crime um terror se instalou no ambiente, alunos e amigos do Marquinhos choravam bastante.

A polícia Militar, bem como a polícia Civil estiveram no local colhendo informações sobre este triste fato. Um suspeito foi preso.

(Fonte: Sobral Agora)

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário