ago
12
2017

SOBRAL – INSEGURANÇA: A difícil tarefa de ser profissional da saúde em Sobral. Veja porque…

A difícil tarefa de ser profissional da saúde em Sobral.

Recentemente um médico foi agredido e ameaçado de morte dentro da emergência da Santa Casa de Sobral. Um caso que causou indignação em todos nós. O médico se defendeu das agressões usado um suporte usado para segurar o soro.

Na semana passada, precisamente na sexta feira, dia 04 de agosto, uma odontóloga foi agredida verbalmente e ameaçada de morte dentro de um posto de saúde no bairro Padre Palhano. Soube que a odontóloga teria se negado a atender a “ordem de uma mãe” para extrair o dente de seu filho, sem que a dentista pudesse aplicar a anestesia para fazer a extração. A criança gritava e não tinha com segurar a mesma. A mãe em tom agressivo teria ordenada para que extraísse o dente na marra e a profissional da saúde teria se negado a tender a “ordem”, o que foi suficiente para que a mulher partisse para cima da odontóloga com nomes agressivos e ameaças.

Tive informações que a Doutora saiu escoltada do Posto de Saúde, com medo de ser agredida fisicamente. A mulher ameaçava chamar o marido para fazer um “serviço” com a profissional. Soube que a odontóloga teria dito que não voltaria mais a atender naquele PSF.

Esse não é o primeiro caso que acontece de médicos e outros profissionais serem agredidos por gente da população do bairro. No Sumaré teve um caso, de um médico que foi ameaçado de morte por ter se negado a dar uma receita para aquisição de remédios controlados, os tarjas pretas, que é muito usado por traficantes para comercializar com usuários de drogas, a exemplo do Diazepan.

No mesmo Padre Palhano, teve um caso onde um homem se passou por paciente, entrou no Consultório médico e assaltou o médico que lhe atendeu. Soube que esse médico também não voltou mais a atender naquele bairro.

Na política de segurança pública municipal, os equipamentos públicos que concentram grandes aglomerações de pessoas, como é o caso dos hospitais e postos de saúde, se fazem necessário uma equipe permanente de Guarda Civil Municipal, num parceria direta com a Policia Miliar, justamente para evitar essa insegurança e os constrangimentos causados aos profissionais que se revessam na luta para salvar vidas e promover uma saúde de qualidade.

Acho que aqui é bem mais útil a presença da Guarda Municipal de forma permanente, do que na casa de um ex-prefeito.

Tenho dito: Conselho e Café, toma quem quer…

Fonte: Sobral Agora.

 

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, sob o Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalho atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, onde apresento o Programa HORA DA NOTÍCIA - no horário de 11hs ás 13 horas. Nas tardes da Paraíso FM levo alegria de descontração no Programa FORRONEJO de 15hs ás 17 horas. Se ligue com a gente e venha curtir o melhor da informação e do entretenimento musical.

Deixe um comentário