ago
31
2014

CEARÁ – Eleições 2014 – Cid Gomes: “Marina está acenando com o que há de mais conservador e reacionário”.

a boa cid

O governador Cid Gomes lançou um alerta à equipe de campanha de Dilma Rousseff: Marina Silva, que aparece como fenômeno nas pesquisas, pós-morte de Eduardo Campos, preocupa mais aos que fazem a campanha de Aécio Neves (PSDB), mas exigirá dos dilmistas uma “profunda reflexão” porque ela não é fogo de palha. Pelo contrário, vem mostrando em sinalizações como a defesa do Banco Central independente, um aceno “ao que há de mais conservador e reacionário”. Para Cid, Marina precisa apresentar o que ainda não apresentou claramente: um projeto para o Brasil.

A entrevista foi concedida ao O POVO na quinta-feira (28), logo após pesquisas eleitorais anunciarem Marina colada em Dilma no primeiro e, num eventual segundo turno, derrotando a atual presidente.

O POVO – Marina assusta Dilma, governador?

Cid Gomes – Marina, nas pesquisas que saíram aí, surpreende ultrapassando Aécio, portanto ele deve ser o mais preocupado. Naturalmente, simulações do segundo turno, na posição em que ela se encontra, nos obrigarão que a gente faça profunda reflexão. Nós, o povo brasileiro, e de modo geral aqueles que acreditam que Dilma é a melhor para o Brasil, como eu acho.

OP – Ela é fogo de palha?

Cid – Não, não diria isso não. O Brasil, há muito tempo, vem dando sinais claros de que deseja sair dessa polarização. E a Marina, não sei se é o melhor quadro para isso, mas essa sinalização já tem sido muito repetitiva nas nossas eleições. E, enfim, ela aí, agora que está representando essa terceira via. O que espero é que a gente reflita muito sobre o futuro do Brasil. O que é o projeto da Marina? Acho que a gente precisa muito saber claramente.

OP – O senhor vê contradições exageradas na candidata Marina?

Cid – Eu tenho visto muitos sinais controversos. Ela tem uma história como uma pessoa progressista, e está acenando com o que há de mais conservador e reacionário na economia brasileira, que é a independência do Banco Central. Você vê só, isso é literalmente botar banqueiro para cuidar dos juros. Quem é mais beneficiado com juros é banqueiro, e se eles vão cuidar dos juros, isso é péssimo para quem pensa em um Brasil desenvolvido, em crescimento econômico e geração de oportunidades, que nós precisamos muito ainda. Se o Sul e Sudeste brasileiro hoje vivem situação de quase pleno emprego, nós ainda temos grandes desafios, principalmente no Norte e Nordeste, e isso só se fará com grandes investimentos, e investimento com juro alto não é compatível, não combina investimento, portanto geração de emprego, com juro alto, e banqueiro com independência cuidando do BC é sinal para mim que teremos um período de profunda recessão, se é de fato essa a proposta da Marina. Acho que precisa clarear essas questões ainda.

OP – Tem muita influência dela na campanha do Ceará?

Cid – Olha, acho que é natural, principalmente com o eleitorado de Fortaleza, que é mais de classe média, com mais restrições à política. O que acho lamentável, porque a gente deve ter restrição com a má política, e a gente não deve transformar nossa inquietude com malversações, com alguns desmandos da política, votando simplesmente por protesto, sem saber exatamente em quem se está votando. É ilusão algumas pessoas acharem que não precisam de governo, e, portanto, vão dar um voto de protesto, uma novidade. Todo mundo precisa de governo, economia do Nordeste, do Brasil e do Ceará depende muito, mas muito mesmo, de uma política nacional voltada primeiro para redução das desigualdades regionais. É isso que tem feito com que alguns milhões de cearenses, se incorporem à classe média. Isso faz com que eles consumam, isso mexe com a vida do empresário para melhor, com a vida do industrial. Se entramos em clima de recessão, com juro alto para atender a banca, que é o que está me aparentando essa aliança que a Marina vem fazendo, isso é sinal horrível pro Brasil. Acho que vamos ter tempo para discutir isso com mais profundidade.

(O POVO)

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário