jun
5
2014

CEARÁ – Polícia – MPE fecha 8 prostíbulos e prende 10 pessoas em Fortaleza.

Oito casas de prostituição foram fechadas durante uma operação deflagrada, ontem, pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MP-CE).

a boa cunhã

Até o fim da noite foram contabilizados dez mandados de prisão e oito de busca e apreensão cumpridos. Dentre os presos, sete mulheres e três homens, inclusive gerentes e proprietários, todos envolvidos com o setor administrativo das casas.

Todas as casas de prostituição funcionavam em Fortaleza, entre elas duas localizadas na Aldeota, bairro considerado de classe média alta da Capital. O local seria frequentado por pessoas de alto poder aquisitivo.

De acordo com informações do promotor de Justiça Marcos William, o Ministério Público, a ação foi desencadeada por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco-CE), com apoio da Polícia Civil, e Coordenadoria de Inteligência (Coin), da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Foram mobilizadas três equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), duas da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), no comando do delegado Raphael Vilarinho e outras duas equipes da Polícia Civil, que foram até as casas nos bairros Aldeota e Luciano Cavalcante e apreenderam agendas, computadores e documentos que, segundo o MP, comprovam o funcionamento de estabelecimentos como casas de exploração sexual. A Polícia informou que nenhuma das garotas que trabalhavam nos locais foram detidas, pois não é crime a prostituição, mas sim a exploração sexual.

De acordo com informações do diretor adjunto da DHPP, delegado Ricardo Romagnoli, a investigação é do Ministério Público. As equipes da Polícia Civil que participaram da operação cumprir am os mandados de prisão e de busca e apreensão.

Os detidos foram encaminhados à Delegacia de Capturas (Decap), para realização dos procedimentos legais e o material apreendido foi levado à DHPP, mas em seguida, seria encaminhado à sede do Gaeco. O promotor de Justiça Marcos William afirmou que ocorrerá uma coletiva hoje na Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) para divulgar outros dados da apuração. Ele preferiu não entrar em detalhes sobre a operação, mas ressaltou que o objetivo é combater a exploração sexual e corrupção de menores.

Copa do Mundo

Para o promotor, a questão da Copa do Mundo neste mês foi um dos motivadores da ação e mobilização, mas a ideia principal é acabar com a exploração sexual em Fortaleza. O delegado Ricardo Romagnolli informou que os presos devem responder na Justiça por crimes como formação de quadrilha, manter casa de prostituição, exploração sexual e corrupção de menores.

Jéssika Sisnando
Redação Web/Diário do Nordeste.

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário