set
17
2020

CEARÁ – ALERTA: Ceará chega a 231,5 mil casos de Covid-19 e 8,7 mil mortes.

O Ceará registra, até a tarde desta quinta-feira (17), 231.510 casos confirmados de Covid-19 e 8.781 óbitos em decorrência da doença. São 205.549 pessoas recuperadas da infecção. Os dados foram extraídos da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), atualizada às 17h.

Há ainda 87.750 casos suspeitos e 604 mortes em investigação. O Estado já aplicou 708.706 testes para identificar o novo coronavírus. O número de casos notificados chegou a 708.798.

As cidades com maiores incidências de casos confirmados por 100 mil habitantes são Acarape (11.313,6), Frecheirinha (10.552,9), Groaíras (6.487,2), Chaval (6.098,4) e Quixelô (5.711,5).

Os maiores números são registrados em Fortaleza: 48.211 casos confirmados e 3.837 mortes pela Covid-19. A capital registra 1.806,1 casos a cada 100 mil habitantes.

Na Grande Fortaleza, Maracanaú tem 6.590 registros da doença, 243 mortes pelo novo coronavírus e incidência de 2.891,8. Em Caucaia, cidade com 1.575,8 de incidência, 5.695 pessoas foram infectadas e 342 não resistiram à Covid-19. Maranguape acumula 4.724 casos, 115 óbitos e incidência em 3.662,6.

A cidade com o segundo maior número de casos confirmados é Juazeiro do Norte, com 14.857 diagnósticos positivos. A cidade tem incidência de 5.418,2 e já confirmou 274 óbitos.

Sobral, na Região Norte, já notificou 11.525 casos da infecção, 310 mortes e tem incidência de 5.516,1. Crato, no Cariri, concentra 6.084 confirmações da doença, 85 óbitos e incidência de 4.604,8.

Veja outras informações da plataforma:

  • A taxa de ocupação das UTIs cearenses é de 56,02%;
  • A taxa de ocupação das enfermarias cearenses é de 32,28%;
  • A letalidade da doença no Estado é de 3,8%
  • Foram registradas duas mortes pela doença nas últimas 24 horas

Os números apresentados pela Secretaria da Saúde são atualizados permanentemente e fazem referência à disponibilidade dos resultados dos testes para detectar a presença dos vírus, ou seja, não necessariamente correspondem à data da morte ou do início da apresentação dos sintomas pelo paciente.

Diário do Nordeste.

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário