jun
24
2020

BRASIL – Senado aprova adiar eleição para novembro; Câmara ainda resiste.

O calendário das eleições municipais enfrenta um impasse há quatro meses, desde o registro do 1º caso de Covid-19 no País. Ontem (23), senadores aprovaram o adiamento do pleito, mas a decisão precisa ser confirmada pelos deputados.

O Congresso Nacional ainda está dividido sobre o adiamento dos dois turnos das eleições municipais para novembro (dias 15 e 29) em virtude do cenário epidemiológico do novo coronavírus no Brasil e da consequente necessidade de se evitar aglomerações. A proposta foi aprovada, ontem, no Senado Federal, mas ainda tem de ser analisada pela Câmara dos Deputados, onde há ainda resistências à ideia de alterar o calendário original.

Ontem (24), após a votação em dois turnos realizada pelos senadores, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), admitiu que não há ainda voto suficiente para adiar o pleito. “Não acho que tenha voto ainda na Câmara”, declarou.

A incógnita sobre as datas já dura quatro meses, desde o primeiro registro de um paciente brasileiro com Covid-19. Outros países já aprovaram o adiamento de suas eleições como medida preventiva contra a proliferação do vírus.

Fonte: Diário do Nordeste.

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário