maio
2
2020

BRASIL – Brasil tem novas 421 mortes por Covid-19 e passa dos 96 mil casos confirmados.

O Brasil atingiu a marca de 96.559 contaminações e 6.750 mortes confirmadas pelo novo coronavírus, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde na tarde deste sábado (2).

De acordo com o governo, foram 421 novas mortes e 4.970 novas contaminações confirmadas nas últimas 24 horas. A mortalidade está em 7%. Há ainda outras 1.330 mortes em que se investiga a relação com o vírus.

Até agora, 41 mil infectados já se recuperaram, segundo os dados do governo.

Estado mais afetado, São Paulo teve 2.586 mortes e 31.174 casos confirmados. Comparando com dados de dez dias atrás, quando havia 1.134 vítimas fatais, as mortes subiram 128%. Havia casos em 241 cidades à época, e agora já são 332 municípios com registros.

O índice de isolamento social vem caindo no estado, o que preocupa autoridades. Nesta sexta-feira (1º), um feriado, ele foi de 56%. Na quinta-feira (30), porém, essa taxa chegou a 46%, menor marca das últimas semanas.

Com esses índices e o alto número de contaminações, a capital paulista não relaxará a quarentena depois de 10 de maio. Além disso, a partir desta segunda-feira (4), a prefeitura fará bloqueios em avenidas para tentar conter a circulação de pessoas.

Atrás de São Paulo vem o Rio de Janeiro, com 971 mortes e 10.546 contaminações confirmadas. Outros estados com alto número de mortes são Ceará (638), Pernambuco (628) e Amazonas (501).

Manaus, capital do Amazonas, foi a primeira cidade do país a ver seus sistemas colapsarem pela doença. A cidade é também a única até agora a enterrar mortos em valas coletivas, após os óbitos terem crescido 179,5% no mês de abril em comparação com o mesmo período do ano passado.

Apesar disso, o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC) anunciou na quinta-feira (30) um plano de reabertura escalonada do comércio não essencial em Manaus daqui a duas semanas.

O Brasil é um dos países com mais contaminações pelo novo vírus.

O epicentro mundial, hoje, são os Estados Unidos, que até a tarde deste sábado confirmava cerca de 1,12 milhão de contaminações, segundo monitoramento da universidade americana Johns Hopkins. Já morreram até agora 65,6 mil pessoas no país.

Na sequência, vem a Espanha, com mais que dobro de casos do Brasil, cerca de 214 mil contaminações. Lá, no entanto, o pico já passou, isto é, o número de novos casos vem diminuindo.

Isso permitiu o país começar a afrouxar o lockdown (quarentena severa, com proibição de sair à rua sem justificativa). Depois de mais de dois meses, os espanhóis puderam sair para praticar atividades físicas ao ar livre pela primeira vez neste sábado.

Itália, Reino Unido e França aparecem na sequência, com as situações mais severas da Europa e do mundo.

Fonte: Folha de São Paulo. 

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário