abr
17
2020

CEARÁ – VIOLÊNCIA: Homicídios quase dobram no Ceará nos três primeiros meses de 2020

O isolamento social para combater o novo coronavírus não impediram o aumento do número. A SSPDS afirma que as forças de segurança do Estado trabalham para reorganizarem suas atuações e traçar novas estratégias.

O número de homicídios quase dobrou no Ceará, nos três primeiros meses de 2020, em comparação com o ano passado, conforme dados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS). Nem o período de pandemia reduziu a violência no Estado. O número de roubos também é crescente.

A Pasta contabiliza 1.083 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) – índice que engloba homicídios dolosos, feminicídios, lesões corporais seguidas de morte e latrocínios (roubos seguidos de morte) – entre janeiro e março, deste ano. Em igual período do ano passado, foram 545 casos. O aumento é de 98,7%.

Todos os meses deste ano tiveram aumento do índice, em comparação com o mês de 2019. Em janeiro, o crescimento foi de 38% (ao passar de 192 para 265 casos). Fevereiro de 2020 ficou marcado como o mais violento dos últimos oito anos, com 459 homicídios e alta de 179,8% no índice (em 2019, foram 164). E em março, o aumento foi de 89,9% (ao passar de 189 para 359).

Causas do aumento

A SSPDS informou que durante o motim dos PMs, no mês de fevereiro deste ano, foram registrados conflitos entre células de organizações criminosas no Estado, o que refletiu nos períodos seguintes e seguiu a tendência das disputas desses grupos em âmbito nacional. A Pasta disse ainda que, atualmente, as forças de segurança do Estado trabalham para reorganizarem suas atuações e traçar novas estratégias.

Época de pandemia

As medidas de isolamento social para combater a pandemia do novo coronavírus, determinadas por decretos do Governo do Ceará desde o dia 19 de março último, não impediram o aumento do número de homicídios.

Entre 19 de março e 13 de abril deste ano (último registro divulgado pela SSPDS), foram contabilizados 316 assassinatos no Estado. Em igual período do ano passado, foram 166 crimes, o que significa um aumento de 90,3%.

Luiz Fábio analisa que “apesar das medidas de isolamento social, as atividades criminais seguem roteiros independentes do ordenamento social geral”. “Será preciso algum tempo para analisar os efeitos sociais desse processo na dinâmica criminal”.

Fonte: G1.CE

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário