mar
22
2020

SOBRAL – Complexo Santa Casa de Misericórdia de Sobral adota medidas para evitar Novo Coronavírus.

Sendo referência de saúde para Sobral e região, a Santa Casa de Misericórdia de Sobral (SCMS), Hospital do Coração, Hospital Dom Walfrido, Clínica Dom Odelir e Abrigo Sagrado Coração de Jesus – unidades do Complexo SCMS – adotaram medidas preventivas devido à pandemia (disseminação mundial) do novo Coronavírus (COVID-19). Além do treinamento de seus profissionais para seguir um fluxo eficaz de atendimento a possíveis casos suspeitos ou confirmados da doença, suspensão de atividades com aglomerações foram suspensas por tempo indeterminado e, uma extensa mobilização do uso consciente de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e higienização está sendo desenvolvida.

A disseminação do vírus ao redor do mundo já atingiu mais de 191.127 pessoas, levando quase oito mil à morte. No Brasil, até na quinta-feira (19/03), todas as unidades da federação já haviam notificados casos de COVID-19, totalizando mais de 11 mil casos suspeitos, 421 confirmados (sendo 24 no estado do Ceará) e quatro óbitos. Para enfrentar a propagação do novo coronavírus, foram suspensas todas as reuniões com aglomerações de pessoas no Complexo SCMS, assim como as atividades do Programa de Integração Ensino e Serviço (PIES) dos setores de Emergência, Maternidade e Organização de Procura de Órgãos e Tecidos (OPO), bem como estágios de vivências práticas na instituição.

REDUÇÃO DOS FLUXOS DE PESSOAS

Para evitar aglomerações, como recomenda o Ministério da Saúde, e também resguardar pacientes e profissionais, o Complexo SCMS adotou a redução de visitantes das seguintes maneiras:

Hospital Santa Casa

– Permitida entrada somente de um visitante por paciente nos diversos setores;

– Proibida entrada de visitantes na Maternidade. Deverá permanecer apenas o acompanhante.

– Nas UTI’s (Unidades de Terapia Intensiva) será permitida a entrada de apenas um visitante por seis minutos.

– Nos serviços de Hemodiálise e Quimioterapia, só terão direito a acompanhamento os pacientes em tratamento com idade igual ou superior a 60 anos; pessoas com deficiência; cadeirantes e menores de idade (no caso do serviço de Quimioterapia).

Hospital do Coração

– Permitida entrada somente de um visitante por paciente nas enfermarias e apartamentos;

– Permitido apenas um visitante nas UTI’s (tendo cada visitante direito de permanecer durante seis minutos com seu paciente);

– Estão suspensas as consultas e exames do Ambulatório. Só funcionará exames de urgência.

Hospital Dom Walfrido

– Permitida entrada somente de um visitante por paciente nas enfermarias e apartamentos;

Clínica Dom Odelir

– Terão direito a acompanhamento somente os pacientes em tratamento com idade igual ou superior a 60 anos, pessoas com deficiência, cadeirantes e menores de idade.

Abrigo Sagrado Coração de Jesus

– Proibida entrada de visitantes, por tempo indeterminado, levando em consideração que idosos com mais de 60 anos estão dentro de um dos principais grupos de risco;

– Foram canceladas as missas diárias que aconteciam na Capela do Abrigo com a presença dos idosos acolhidos.

EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO

Os profissionais do Complexo SCMS foram capacitados para uma condução adequada caso cheguem pacientes com possíveis casos suspeitos ou confirmados da doença em qualquer uma de suas unidades de saúde. Sendo o Hospital Regional Norte (HRN) e o Hospital São José em Fortaleza referências na região para possíveis casos, os profissionais da SCMS foram orientados a solicitarem transferência do paciente que estiver em um quadro suspeito ou confirmado, para essas instituições, depois de um primeiro atendimento com medidas de precaução adequadas.

Equipamentos de proteção deverão ser utilizados por todos os profissionais, assim como recepcionistas e vigilantes, profissionais de saúde responsáveis pelo atendimento de pacientes com casos suspeitos ou confirmados, profissionais de apoio (manutenção, limpeza e nutrição), bem como pacientes com casos suspeitos ou confirmados e acompanhantes, sendo recomendada a utilização de máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção para profissionais com contato direto com esses pacientes. Salientando que o uso da máscara N95 só deverá ser utilizada por profissionais com ligação direta a procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro.

Fonte: ASCOM/SCMS

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário