jan
9
2020

CEARÁ – GRANJEIRO: Veículo usado na fuga de pistoleiros que mataram prefeito é encontrado na porta do inimigo político da vítima.

A camionete S-10 foi levada para a delegacia do Crato. Estava na porta da casa do inimigo político do prefeito assassinado em Granjeiro FOTO: Normando Sóracles/Site Miseria

Uma caminhoneta modelo S-10, cor cinza, usada no apoio à fuga dos pistoleiros que mataram o prefeito de Granjeiro (a 478Km de Fortaleza), João Gregório Neto, 64 anos, foi apreendida na manhã desta quinta-feira (9) naquela cidade. O veículo estava estacionado na porta da casa do ex-prefeito e inimigo político da vítima, Vicente Tomé. Com esta pista, Vicente Tomé passa a ser considerado um dos principais suspeitos de ter “encomendado” o crime.

A casa de Vicente Tomé amanheceu hoje cercada por policiais civis. Os agentes cumpriram mandados de busca e apreensão. Tomé é pai do então vice-prefeito de Granjeiro, Ticiano Félix da Fonseca, o “Ticiano Tomé”, que assumiu o cargo com a morte de João Gregório Neto, o “João do Povo”. A aliança política entre a vítima e os “Tomé” se desfez e as partes passaram a trocar acusações e ameaças. O resultado disso foi o assassinato do prefeito.

De acordo com a Polícia, o veículo apreendido, de placas , inscrição de Maracanaú, foi filmado na manhã do dia 24 de dezembro último saindo do local onde o prefeito tinha acabado de ser assassinado. “João do Povo” fazia sua atividade física diária (caminhada), quando foi morto pelos pistoleiros. Outro carro, um Peugeot, também foi visto deixando o local dando apoio aos atiradores que estariam em uma motocicleta.

Premeditado

O assassinato está sendo investigado por policiais das delegacias de Juazeiro do Norte e Crato. A suspeita de participação do ex-prefeito Vicente Tomé no crime ganhou reforço, portanto, nesta manhã com a localização do carro na porta da casa dele. O ex-prefeito nega envolvimento no crime. O filho dele, Ticiano Tomé, tomou posse no cargo apenas quatro dias depois do assassinato.

Áudios postados nas redes sociais indicam pistas de que o crime já estava premeditado e planejado semanas antes de ser concretizado. A Polícia Civil tenta reunir o maior número de provas para indiciar os mandantes e executores do crime e confirmar a motivação.

Fonte: Blog do Fernando Ribeiro.

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário