nov
11
2019

CEARÁ – Mais duas mulheres são assassinadas no Ceará. No ano, já foram registrados 185 crime do gênero.

Subiu para 185 o número de mulheres assassinadas no Ceará neste ano. Nas últimas 48 horas mais dois casos foram registrados no estado, sendo um deles na Região Metropolitana de Fortaleza e outro no interior. Na cidade de Massapê, uma jovem de 24 anos morreu após ser agredida por membros de uma facção criminosa. Em Horizonte, uma jovem foi morta a tiros.

Na noite da última quinta-feira (7), Maria de Fátima Cunha do Nascimento, 24, deu entrada em estado grave no Hospital Municipal Senador Ozires Pinto, na cidade de Massapê, na zona Norte do estado (a 244Km de Fortaleza), vítima de agressão física. Ela e uma amiga foram espancadas com socos, pontapés e pauladas. Minutos depois, a jovem faleceu na Emergência. Os autores do crime estão sendo procurados na região.

O corpo de Maria de Fátima foi encaminhado, no começo da madrugada de hoje (8), ao Núcleo Regional Norte da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), na cidade de Sobral. A amiga permanece hospitalizada sob proteção policial.

Outro crime

Na cidade de Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza, outra jovem foi morta. Larissa Ancelmo estava em casa, no bairro Planalto Horizonte, quando o imóvel foi invadido por dois bandidos armados, na noite de quarta-feira (6).

Os criminosos dispararam vários tiros contra a garota e fugiram em seguida. Vizinhos socorreram Larissa até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Horizonte, mas ela não resistiu. A Polícia suspeita de um crime ligado ao tráfico de drogas.

Menina assassinada

Uma criança de 10 anos de idade foi morta, a tiros, na cidade de Brejo Santo (a 515Km de Fortaleza) na noite de quarta-feira. O crime foi praticado pelo ex-namorado da irmã da menina. Ana Lorrany Bernardo da Silva foi atingida no tórax e morreu na sala de cirurgia do Hospital Regional do Cariri (HRC), em Juazeiro do Norte.

Segundo a Polícia, o autor do crime suicidou-se logo depois de atirar na criança. Foi identificado como Francisco Leonardo da Silva, o “Naldo”, 36 anos. De acordo com as investigações, ele invadiu a casa da ex-namorada para matá-la. Porém, o tiro acertou a criança.

Ana Lorrany era irmã da jovem Amanda Bernardo da Silva, que vinha sendo ameaçada de morte pelo ex-namorado. “Naldo” não aceitava o fim do relacionamento. Ele era fugitivo da Justiça de São Paulo, acusado de vários crimes naquele estado, entre eles, estupro.

Fonte: Blog Fernando Ribeiro

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário