nov
29
2018

CEARÁ – TRISTE: 38 mulheres foram assassinadas em novembro deste ano. O Ceará já registra 434 homicídios femininos em 2018.

Faltando apenas 33 dias para acabar o ano de 2018, o número de mulheres assassinadas no Estado do Ceará chega a 434 homicídios. Somente no mês de novembro, até a data de 29/11, já foram 38 mulheres assassinadas.

Embora o número de homicídios no Estado, possa chegar a menor número do que 2017, quando superamos a casa dos 5 mil, mas o número de mulheres assassinadas já supera todo o ano de 2017, quando naquele ano apnas 367 mulheres mortas durante todo o ano.

NA FOTO – Uma ligação através do celular pode ser a peça-chave que a Polícia tem para esclarecer um assassinato na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), cuja vítima foi mais uma mulher. O crime aconteceu na noite desta terça-feira (27), quando uma jovem de 25 anos acabou fuzilada nas ruas do Conjunto Jereissati I, em Maracanaú. Andrezza é a 37ª vítima dessa violência contra mulheres no Ceará.

O corpo de Andrezza de Oliveira Melo foi encaminhado à Perícia Forense do Ceará (Pefoce) por volta de 23 horas. Por volta de 20h13, a garota foi assassinada por desconhecidos após receber o telefone. Ela morava na Rua 37 daquele bairro e saiu de casa pedalando sua bicicleta. Ao chegar na Rua 40, onde provavelmente iria encontrar alguém, foi surpreendida com os tiros.

A 38ª vítima teria uma mulher assassinada no município de UMIRIM, na noite desta quarta feira(28).

Veja a estatística mês a mês em 2018:

Janeiro: 56 mulheres assassinadas.

Fevereiro: 42

Março: 46

Abril: 33

Maio: 35

Junho: 33

Julho: 44

Agosto: 37

Setembro: 39

Outubro: 31

Novembro: 38 (até 29/11/2018

Com informação: Jornalista Fernando Ribeiro

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário