jan
7
2018

SOBRAL – SEM AJUDA: Escolas de Samba de Sobral trabalham, sem saber quando vão receber o “recurso” da Prefeitura. É triste…

Apesar de ainda não receber qualquer ajuda da prefeitura de Sobral para a montagem do seu Carnaval, as Escolas de Samba de Sobral não param de trabalhar. E as iniciativas para obtenção de dinheiro tem acontecido de todas as formas, desde a ajuda de forma pessoal, a realização de bingos, pagodes, vendas de camisas etc. Três Escolas de Samba de Sobral disputam o Edital de Carnaval do Governo do Estado, são elas, Princesa do Samba, Mocidade Independente do Alto da Brasilia e a Favela.

Ressaltar que a “Princesa do Samba e a Favela” estão sendo dirigidas pelo casal Jansem e Giule, carnavalescos vitoriosos do carnaval sobralense.

Neste domingo tivemos visitando o barracão de confecções de fantasias da Escola de Samba Estação Primeira, no centrinho da Cohab I, mulheres se revesam no trabalho árdua de tornar real o “sonho do carnaval”.

Na tarde deste sábado(6) a Unidos do Alto do Cristo realizou uma pagode com a presença de seu  interprete Márcio Viana.

VERBA DE MONTAGEM…

Em 2018 está prometido pela prefeitura R$ 15 mil para as primeiras quatro primiras escolas classificadas em 2017 e R$ 11 mil para as últimas colocadas. O desfile  do Carnaval está previsto para acontecer nos dias 12 e 13 de fevereiro.

O problema é tempo e a grana, que até a data de hoje(7) a prefeitura não liberou qualquer recurso(R$) para que as Escolas possam comprar o material necessário para a produção dos seus desfiles.

TRISTE…

É sempre o mesmo sofrimento de todos os anos. O Dinheiro ás vezes sai depois do Carnaval. Mas a prefeitura quer um Carnaval de ouro. Como fazer??

Fonte: Sobral Agora.

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário