jul
26
2012

População faz protesto contra a Prefeitura de IPÚ.

Um movimento cívico e pacífico realizado na cidade de Ipu na tarde desta quarta-feira (25/07)  enterrou simbolicamente com direito a cortejo fúnebre o Hospital e Maternidade Dr. Francisco Araújo. 

Membros da sociedade civil, acompanhados de alguns candidatos a vereadores da oposição, realizam o “enterro simbólico” do Hospital e Maternidade de propriedade da Família Corrêa.” O evento é um protesto contra a decisão da Justiça de concedeu recentemente liminar favorável ao poder público municipal dando posse do prédio e bens do Hospital à Prefeitura Municipal de Ipu.
O processo ainda está sendo avaliado pela Justiça já foram intimados os médicos Dr. Luiz de Gonzaga Timbó Corrêa seu pai o médico Dr. Thomaz de Araújo Corrêa a presidente da Sociedade de Proteção à Maternidade e à Infância de Ipu, Ana Carla Martins Mororó e alguns sócios da entidade.
O cortejo em forma de protesto saiu do Hospital Municipal até o Fórum da Cidade, sede do poder judiciário. Pessoas com cartazes com frases: “O Hospital Ressuscitará Para Nossa Alegria”, “64 anos de trabalho em prol da saúde não se joga no lixo, Dr. Thomaz estamos indignados”, “A tua morte nos faz lutar pela tua ressurreição” e “Que a família Corrêa ‘Alma da Maternidade’ possa viver em Paz” eram mostrado por populares. Uma pequena urna funerária era carreada por quatro mulheres simbolizando a “morte” do Hospital Municipal de Ipu.
Ao chegar em frente ao fórum um carro de som foi disponibilizado e alguns pessoas usaram do microfone para desabafar contra a decisão do Juiz de conceder liminar favorável ao poder executivo municipal, assim também como aconteceu na saída em frente ao prédio fechado do hospital.

De acordo com o prefeito o município ainda não foi oficialmente comunicado da decisão, em entrevista ao IN o prefeito disse que sua intenção é voltar a abrir a instituição ao atendimento gratuito ao público.


Entenda a matéria
A Prefeitura Municipal entrou na Justiça pedindo a posse do Hospital e Maternidade, apelidado de “Hospital do Povão”, por conta de uma assembleia extraordinária realizada no dia 31 de março de 2011 onde a atual presidente convoca os sócios que decidem por unanimidade realizar a alienação do imóvel, os bens que guarnecem a sede na Maternidade e o Hospital, a casa e os terrenos contíguos ao Hospital, aos sócios Thomaz de Araújo Corrêa e Luiz de Gonzaga Timbó Corrêa, pai e filho, que passaram a condição de proprietários dos  imóveis e móveis, em idênticas frações.
( IPÚ NOTÍCIAS)
Fonte: Sobral Agora.

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, sob o Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalho atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, onde apresento o Programa HORA DA NOTÍCIA - no horário de 11hs ás 13 horas. Nas tardes da Paraíso FM levo alegria de descontração no Programa FORRONEJO de 15hs ás 17 horas. Se ligue com a gente e venha curtir o melhor da informação e do entretenimento musical.

Deixe um comentário