maio
23
2019

SOBRAL – De 18 a 24: Banco de Leite do HRN promove campanha no Dia Mundial de Doação de Leite Humano.

O leite materno é o alimento mais completo para bebês até o sexto mês de vida. Além de alimentar, contém propriedades necessárias para a saúde e desenvolvimento das crianças como anticorpos, maior quantidade de cálcio e hormônios do crescimento. Os bebês prematuros, mais frágeis, têm melhores chances de sobrevivência e recuperação em um tempo menor caso o leite humano seja a alimentação ofertada.

Na semana do Dia Mundial de Doação do Leite Materno (19 de maio), o Hospital Regional Norte (HRN), do Governo do Ceará, administrado pelo Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), promove campanha de incentivo à doação de leite. O Banco de Leite do HRN também é uma das instituições participantes da Semana do Bebê, organizada pela prefeitura municipal de Sobral e parceiros, de 18 a 24 de maio. A abertura ocorreu com caminhada pelas ruas de Sobral no último sábado, 18 de maio.

O HRN é referência no atendimento neonatal e tem um Banco de Leite Humano responsável pela coleta, pasteurização e distribuição do leite materno para os bebês internados. Por mês, só para a UTI Neonatal, são necessários 40 litros de leite materno. No entanto, a média obtida é de 15 litros doados a cada mês. Segundo a coordenadora do Banco de Leite do HRN, a nutricionista Samara Andrade, a demanda é constante para atender os bebês internados no hospital.

A Neonatologia do HRN contempla um total de 44 leitos, com 10 leitos na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) e 25 na Unidade de Cuidados Intermediários Convencional (UCINCo), além de nove na Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru (UCINCa). “Precisamos priorizar os bebês mais graves porque não temos estoque suficiente para todos”, explica Samara Andrade.

O Banco de Leite do HRN tem como principal público as mulheres que amamentam (nutrizes) e os bebês internados na Neonatologia, contando ainda com o público externo que destina leite humano para doação. O Banco é acreditado pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) e tem uma certificação de excelência, o que garante segurança da paciente e gestão integrada com os demais serviços.

Pode ser doadora toda mulher que amamenta. Para doar, basta estar saudável, não fumar, não usar álcool ou drogas e não tomar medicamentos que interfiram na amamentação. “Muitas vezes as mães, em virtude da prematuridade dos bebês, não conseguem produzir leite suficiente. Precisamos da doação das mães que estão saudáveis em casa. Durante os três primeiros meses do bebê, principalmente, a produção de leite é muito maior do que a necessidade da criança. E então o excedente pode ser doado”, ressalta Samara Andrade.

Serviço

Profissionais do Banco de Leite Humano do HRN promoveram uma roda de conversa sobre manejo clínico em aleitamento materno e doação de leite humano na quinta-feira, 9 de maio. O público-alvo foram os profissionais de saúde do Centro de Saúde da Família (CSF) da Vila União. “O momento foi de formação para preparar os profissionais que irão realizar ações de aleitamento na semana do bebê que acontece no município de 18 a 24 de maio”, ressalta Samara Andrade.

Além da coleta, do processo de qualidade e pasteurização do leite, o banco de leite do HRN conta, todas as terças-feiras, com um ambulatório de aleitamento que recebe mães e bebês para consultas de acompanhamento da amamentação e desenvolvimento da criança. No HRN, mãe e bebê passam pela consulta com a equipe de enfermagem, para ensinar a posição adequada para a amamentação, como realizar o aleitamento, entre outros cuidados.

Serviço:

Banco de Leite Humano do HRN

Telefone: (88) 3677-9300 – Ramal: 9467 (Banco de Leite)

Fonte: Assessoria de Comunicação/HRN

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário