maio
1
2017

SOBRAL – As homenagens póstumas do povo de Sobral á Belchior.

O Cantor Belchior chegou á Sobral vindo de Fortaleza num avião fretado, chegou no Aeroporto Virgílio Távora por volta das 7hs, saindo o cortejo fúnebre em um carro de bombeiros, indo direto para o Teatro São João, teatro em que se apresentou pela última vez  a exatos 15 anos. O prefeito Ivo Gomes esteve presente ao velório e anunciou em entrevista á imprensa que decretou LUTO por 3 dias em Sobral.

Uma fila enorme se fez do lado de fora do Teatro para que acontecesse de forma organizada a visitação pública ao cantor Belchior. No teatro vários amigos e familiares, além da impressa local e nacional que faz coberto desse momento de profundo pesar.

A esposa de Belchior e familiares estiveram bem próximo do caixão onde está o cantor encoberto com a bandeira do município de Sobral.

Segundo o cerimonial da Prefeitura, a visitação ocorre até as 11 horas, logo após, será dado as bençãos pelo Bispo Diocesano Dom Vasconcelos  e o corpo segue até o Aeroporto no carro de Bombeiros e vai para a cidade de Fortaleza, onde também será prestado homenagens ao cantor e feito o sepultamento.

Trajetória

Na infância no Ceará, Belchior estudou piano e música coral, e trabalhou no rádio em sua cidade natal. Seu pai tocava flauta e saxofone, e sua mãe cantava em coro de igreja. Mudou-se em 1962 para Fortaleza, onde estudou Filosofia e Humanidades. Também chegou a estudar medicina, mas abandonou o curso em 1971 para se dedicar à música.

Começou apresentando-se em festivais pelo Nordeste. Depois do sucesso de “Mucuripe”, mudou-se para São Paulo, onde compôs trilhas sonoras para filmes e passou a fazer shows maiores e aparições em programas de televisão. Em 1974, lançou seu primeiro disco, “A palo seco”, cuja música título se tornou sucesso nacional e ganhou versões ao longo da história, como a de Oswaldo Montenegro e da banda Los Hermanos.

Outros artistas também regravaram sucessos de Belchior, entre eles Roberto Carlos (“Mucuripe”) e Erasmo Carlos (“Paralelas”), Engenheiros do Hawaii (“Alucinação”), Wanderléa (“Paralelas”) e Jair Rodrigues (“Galos, noites e quintais”). Elis Regina foi uma de suas maiores intérpretes: além de “Como nossos pais”, gravou “Mucuripe”, “Apenas um rapaz latino-americano” e “Velha roupa colorida”.

Em 1982, o cantor lançou “Paraíso”, que tem participações dos àquela época ainda jovens artistas Guilherme Arantes, Ednardo Nunes, Jorge Mautner e Arnaldo Antunes. Fundou sua própria gravadora e produtora, a Paraíso Discos, em 1983. Ao longo da carreira, Belchior teve mais de 20 discos lançados.

Fonte: Sobral Agora.

Fotos:Bené Fernandes.

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 20 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente nas Rádios Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e na Rádio Coqueiros FM -95,3 Mhz, no Programa HORA DA NOTÍCIA. Participo do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá AM de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário

Faculdades Inta

Faculdades Uninta

Image and video hosting by TinyPic

Curta nossa página

Veja posts mais antigos

Fale conosco

Hora certa

A voz de Sobral em Brasília

Deputado Federal Moses Rodrigues

Parceiros do Blog

Tel: (88) 3611-4536

MAIS DE 20 ANOS DE SUCESSO

Rua cel. Ernesto Deocleciano, 660 - centro - Sobral - ceará

Fone: (88)3613-2127



Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


Nosso Acessos

Contador de visitas y estadísticas

Forronejo na Fm Paraíso