maio
12
2012

Márcio Thomaz Bastos, advogado de Carlinhos Cachoeira está aprendendo a colecionar NÃO.

Márcio Thomaz Bastos, advogado de Carlinhos Cachoeira, pediu à Justiça de Goiás a cópia da íntegra do inquérito da Operação Las Vegas. Foi informado que fora tudo enviado ao STF. Bastos, então, foi ao Supremo. Ricardo Lewandowski negou o pedido. Tentou de novo: requereu à CPMI o tal inquérito. A resposta: não. Justificativa: não poderia ser contrária a uma decisão do Supremo.

MAIS UM “NÃO”.

Bastos pediu também que o depoimento de Cachoeira à CPMI fosse transferido de terça-feira para quarta-feira. Alegou que na terça-feira fará a sustentação oral do pedido de habeas corpus do bicheiro. Recebeu mais um “não”.

Por Lauro Jardim

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário