nov
6
2019

SOBRAL – FINALMENTE: Garoto estuprado pelo professor dentro da sala de aula vai fazer exames em Fortaleza.

Depois que o Sobral Post publicou matéria sobre o garoto de 9 anos que foi estuprado pelo professor numa escola do Sumaré, a Prefeitura de Sobral começou a agir. Por iniciativa governamental, o garoto será levado a Fortaleza, para fazer exames. Se apontar a necessidade de cirurgia, ele será operado em seguida.
Os exames serão realizados nesta quarta-feira (5), no Hospital Infantil Albert Sabin, em Fortaleza. A criança, acompanhada da avó e da tia, e do conselheiro Sândalo Linhares, foi inserida na Célula do Serviço de Apoio ao Cidadão Sobralense (SACS), com transporte de van gratuito, de ida e volta a Sobral para os exames.
A iniciativa da Prefeitura vem depois de reação negativa, tanto por parte do secretário da Educação, Herbert Lima, quanto do prefeito Ivo Gomes. O secretário chegou a ponto de negar o fato. Ele foi às redes sociais qualificar de fake news. Segundo ele, o laudo teria dado negativo. Mas ele não teria como ter acesso ao laudo – a não ser de forma irregular – pois a investigação corre em sigilo. Nem a família tem acesso ao documento. Tanto o secretário quanto o prefeito disseram que se trata de exploração política. Gomes disse que era um caso isoladíssimo.
O presidente do Sindicato dos Médicos, o pediatra Edmar Fernandes, criticou a atitude do secretário da educação. Em visita à família do garoto, o médico confirmou que ele foi estuprado.
Presidente do Sindicato dos Médicos, Edmar Fernandes, em conversa com Joise Teles, tia do garoto. FOTOS: Luciano Cléver
Há meses, a criança não tem controle total sobre o esfíncter anal, sem o controle das fezes. A família foi orientada a dar entrada com a documentação necessária na Diretoria de Regulação, Avaliação e Controle (Dirac), responsável pelo sistema de saúde pública de Sobral.
Os dados do menino foram cadastrados no Unisus web, sistema informatizado de regulação que integra os estabelecimentos da rede do Sistema Único de Saúde (SUS) com o Complexo Regulador do Ceará. A família foi informada da consulta médica em atenção especializada, tendo como observação, que o paciente necessita de “tratamento com proctologista para o caso de incontinência fecal e possível lesão esfincteriana”.
Segundo Josie Teles, tia da vítima, “nós começamos agora a ter alguma assistência da Prefeitura, mas antes, não tivemos atenção nenhuma. Pelo que sei, o professor continua dando aulas, e, até agora, o que foi resolvido foi o exame do meu sobrinho. Acredito que a atitude da minha mãe, que cria o neto dela como filho, em revelar à imprensa o que ele ainda vem sofrendo, foi importante para essa resposta, mesmo que demorada do Município. Até agora, nós só vínhamos contando com o apoio do Conselho Tutelar. Acho que se não tivesse sido divulgado, eles ainda estavam empurrando esse caso com a barriga”, desabafa a dona de casa.
O caso do menino é mais um dos muitos ataques, por parte de predadores sexuais, em escolas de Sobral, que vêm sendo acompanhados pelo conselheiro tutelar Sândalo Linhares. Segundo o profissional, dos 16 casos de abuso contra crianças e adolescentes registrados em Sobral, neste ano, 10 foram cometidos em creches e escolas da rede pública de ensino, e um na rede privada.
“As investigações na Delegacia Regional têm avançado sobre o caso do menino, com 90% das ações concluídas. Agora, estão sendo realizados os últimos procedimentos circunstanciais que envolvem o garoto. O exame que ele fará com o proctologista, em Fortaleza, é mais um passo nesse processo. Se for preciso, ele já fará a cirurgia, logo após os exames médicos. Os resultados serão anexados ao processo que corre em segredo de Justiça”, conclui o conselheiro.
Fonte: SobralPost / Marcelino Júnior

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário