jun
17
2019

CEARÁ – POLÍTICA: André Fernandes denuncia ao MPCE deputado do PDT por suposto envolvimento com facção criminosa.

O deputado estadual, André Fernandes (PSL), protocolou denúncia no Ministério Público do Ceará, na última sexta-feira (14), em que acusa o deputado estadual,Nezinho Farias (PDT), de integrar a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). De acordo com a denúncia do deputado do PSL, Nezinho apresentou projeto de lei para regulamentar jogos eletrônicos que, supostamente, serviria para “lavagem de dinheiro” da organização por meio do “jogo do bicho”. Nezinho nega irregularidades e defende que o projeto serve para regular games como esportes eletrônicos, e não legaliza jogos de azar.

André Fernandes sustenta, na denúncia de três páginas, a partir de “informações trazidas” por fontes não citadas, que campanha eleitoral de Nezinho teria sido financiada pela facção criminosa. Segundo Fernandes, em troca, o pedetista teria o “dever” de apresentar e aprovar um projeto que “viesse a fortalecer atividade desempenhada pela facção”.

No documento, Fernandes cita que o projeto de lei apresentado por Nezinho, para regulamentar jogos eletrônicos no Estado, que está em tramitação na Casa, atenderia aos interesses da facção, fortalecendo a lavagem de dinheiro através do “jogo do bicho”.

Projeto

De acordo com o texto do projeto de lei, o objetivo é tornar esporte eletrônico as atividades que fazem uso de artefatos eletrônicos e se caracterizam pela competição de dois ou mais participantes.

Com isso, os praticantes desses esportes poderiam ser reconhecidos como atletas, teriam direitos trabalhistas e acesso, por exemplo, ao Bolsa-Atleta.

Nezinho argumenta na proposta que, com a evolução dos jogos e crescente adesão de usuários, os esportes eletrônicos se transformaram em assunto sério e que “alimenta uma indústria altamente lucrativa”. Ele apresenta, ainda, benefícios dos videogames.

“Além de divertir, também podem ajudar na educação de crianças e, para os desenvolvedores, é um nicho de mercado que ainda é pouco explorado. Mas, ainda assim, muitos pedagogos têm receio de usar estes tipos de jogos na educação”.

Em nota enviada ao Sistema Verdes Mares, o Ministério Público do Estado informou que a representação foi encaminhada à Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap), que vai analisar os fatos e tomar as medidas cabíveis.

Outro lado

Em entrevista, o deputado estadual Nezinho Farias negou envolvimento com facção criminosa e chamou Fernandes de “irresponsável”.

Fonte: Diário do Nordeste.

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário