maio
2
2019

CEARÁ – Acusado de matar universitária ameaça assassinar outras vítimas e causa medo em Pedra Branca.

O homem suspeito de assassinar a universitária Danielle de Oliveira Silva, 20 anos, ameaçou matar e estuprar novas vítimas na cidade de Pedra Branca, interior do Ceará. Conforme depoimentos de vítimas à polícia, José Pereira da Costa, conhecido como “Zé do Valério“, invadiu uma casa na comunidade de Juazeiro da Sombra, na zona rural de Pedra Branca, na noite da última terça-feira e disse que “se a polícia continuar o perseguindo ele ia “voltar e matar todos”. A Justiça de Pedra Branca expediu um mandado de prisão contra o vaqueiro e ele considerado foragido.

Danielle foi encontrada em um sítio vizinho ao da sua família, na localidade de São Gonçalo, despida e com ferimento no olho esquerdo, no dia 25 de abril deste ano. Ela estava desaparecida desde a noite do dia 24. O suspeito “Zé do Valério” havia trabalhado no sítio da família, onde a universitária estava antes de sumir, prestando serviços como vaqueiro e amansando animais.

Segundo uma fonte ouvida pelo G1, que preferiu não se identificar, o suspeito arrombou a porta de uma residência e manteve uma família sob a mira de um revólver. Uma das vítimas relatou à polícia que, enquanto mantinha todos dentro da casa e se alimentava, Zé do Valério repetia que estava com “vontade de estuprar” a dona da casa e em seguida dar um tiro na sua cabeça. O criminoso tentou invadir outras duas casas, mas não conseguiu.

O homem também é foragido da Justiça de Tauá, no Ceará, pelo assassinato da dona de casa Maria Solange Cezário, assassinada em 2013. Os dois crimes aos quais ele é apontado como autor, foram praticados com as mesmas características, conforme as investigações.

Danielle de Oliveira e Maria Solange foram encontradas mortas com indícios de abuso sexual e ferimentos por arma de fogo. Uma fonte da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) informou que além de um tiro na cabeça de Danielle há vestígios de que a universitária foi abusada sexualmente. O esposo da dona de casa assassinada em Tauá confirmou a polícia que Zé do Valério também teria estuprado Maria Solange.

Fonte: G1.CE

Moradores assustados

As ameaças de Zé do Valério deixaram os moradores de Juazeiro da Sombra assustados. Nesta quarta-feira (1º), enquanto parte da população de Pedra Branca participava de uma caminhada exigindo Justiça pela morte de mulheres assassinadas no Ceará, equipes da Polícia Civil e da Polícia Militar auxiliavam na retirada da última família atacada pelo fugitivo.

A delegada de Pedra Branca, Anarda Pinheiro Araújo, informou que as buscas a Zé do Valério “só vão parar quando ele for capturado”.

Além de equipes de policiais civis e militares da região, incluindo Senador Pompeu, Quixeramobim, Boa Viagem e Tauá, o Comando Tático Rural (Cotar) e da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) participam da operação. Apesar dos trabalhos policiais, até as 13h desta quinta-feira, o suspeito não havia sido localizado.

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário