mar
13
2019

CEARÁ – SOBRAL: Quadrilha de traficantes desarticulada no Ceará tinha 13 membros que já estavam presos.

Uma quadrilha de tráfico de drogas foi desarticulada nessa terça-feira (12) durante uma operação da Polícia Civil de Sobral, na Região Norte do Estado. No total, 25 mandados de prisão foram cumpridos. 12 pessoas foram detidas e outras 13 já se encontravam em regime prisional, mesmo assim comandavam o tráfico de dentro da cadeia.

Em entrevista à Rede Jangadeiro FM, o diretor do Departamento de Polícia Civil do Interior Norte, Marcos Aurélio Elias de França, explica que, nos casos de pessoas que já cumprem pena, o crime é somado ao que já foi praticado.

“Para aqueles que estavam presos foi dado o cumprimento novamente, eles receberam o mandado de prisão dizendo que contra eles havia um novo mandado. A pena dele aumenta. Se ele comete outro crime, vai aumentando, até a pena máxima de 30 anos, que é a pena máxima estabelecida na legislação brasileira”, explicou o delegado.

Além das prisões, a Polícia apreendeu armas de fogo, entre elas uma espingarda, munição e drogas. As investigações já aconteciam há um ano.

Segundo o delegado, a segunda fase da operação deve acontecer após a conclusão do inquérito policial. “Tenho um prazo de 10 dias após a prisão para concluir o inquérito. Em 10 dias, após a prisão, iremos remeter o inquérito à Justiça para que o Ministério Público ofereça denúncia contra eles”, afirma Marcos Aurélio.

Mais de 90 policiais de Fortaleza e da Região Norte participaram da ação.

Fonte: Tribuna do Ceará

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário