fev
14
2019

CEARÁ – Após tragédia no CT no Flamengo, CTs do Ceará, Fortaleza, Ferrim são fiscalizados e apresentam irregularidades.

Os centros de treinamentos (CTs) de Ceará, Ferroviário e Fortaleza apresentam série de irregularidades que colocam em risco a utilização dos locais. Nenhum dos três maiores clubes do Estado está preparado para combater eventual incêndio ou situação de pânico em suas estruturas. A constatação é do Corpo Militar de Bombeiros do Estado (CMBCE), após vistorias realizadas na última segunda-feira, 11.

O órgão estadual vai sugerir ao Ministério Público do Estado (MPCE) a interdição imediata dos espaços com área construída igual ou superior a 750m² até que sejam implantadas as adequações necessárias. Já para as estruturas com área menor, a recomendação será para a adoção de medidas num prazo de 72 horas.

A vistoria dos Bombeiros ocorreu três dias após a tragédia no CT do Flamengo, no Rio de Janeiro. Dez jovens das categorias de base do clube, entre 14 e 16 anos, morreram em incêndio em alojamentos do clube. Três garotos ficaram feridos, dois deles cearenses.

A fiscalização dos CTs atende a solicitação do Ministério Público, através do Núcleo de Defesa do Torcedor (Nudtor). A intenção é evitar tragédias como a no Rio de Janeiro. Além do Corpo de Bombeiros, foram notificados os presidentes de Ceará e Fortaleza, Robinson de Castro e Marcelo Paz, e o presidente da Federação Cearense de Futebol (FCF), Mauro Carmélio, para prestarem esclarecimentos em até 15 dias.

De acordo com os Bombeiros, os CTs de Ceará, Fortaleza e Ferroviário, localizados em Itaitinga, Maracanaú, Regiões Metropolitanas (RMF), e na Barra do Ceará, não dispõem de nenhuma das medidas de segurança contra incêndio e pânico exigidas pelas normas técnicas do Estado.

O CT do Ceará é o único que possui projeto de segurança contra incêndio. Porém, o planejamento conta apenas com cronograma de execução, que ainda não começou a ser implementado, conforme os bombeiros.

As estruturas dos clubes precisam atender, no mínimo, a oito medidas de segurança: saídas de emergência, brigada de incêndio, iluminação de emergência, alarme de incêndio, sinalização de emergência, extintores e hidrantes.

Fonte: Diário do Nordeste

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário

Anuncie aqui!

Curta nossa página

Veja posts mais antigos

fevereiro 2019
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  

Fale conosco

Hora certa

A voz de Sobral em Brasília

Deputado Federal Moses Rodrigues

Parceiros do Blog

Tel: (88) 3611-4536

MAIS DE 20 ANOS DE SUCESSO

Rua cel. Ernesto Deocleciano, 660 - centro - Sobral - ceará

Fone: (88)3613-2127

Forronejo na Fm Paraíso