fev
2
2018

BRASIL – MUITO SÉRIO: Metade da população carcerária está armada, aponta relatório.

Rio – Varredura do governo federal em 31 presídios de sete estados do Norte e Centro-Oeste do país revela um dado alarmante: metade da população carcerária está armada. O relatório aponta que, dos 22 mil presidiários monitorados, 11 mil possuem armas brancas, como facas, ou até mesmo armas de fogo (minoria).

Para fazer o levantamento, o Ministério da Defesa utilizou aparelhos de raio-X, scanners, câmeras e drones (câmeras acopladas a mini-helicópteros). A inspeção foi iniciada pelas Forças Armadas há seis meses, concluída no fim do ano passado e passou por sete estados que solicitaram a ajuda do governo federal. “Foram usados equipamentos de última geração adquiridos para a Olimpíada (de 2016). Qualquer estado pode solicitar a varredura”, afirma o ministro Raul Jungmann (PPS).

Curiosamente…

O Palácio Guanabara não pediu ao governo federal que fizesse a varredura nos presídios do Rio. Ainda é tempo. Não ver o problema não o torna inexistente.

‘Acordo’

O governo federal encontrou celulares, radiotransmissores, fogões, freezers e até geladeiras dentro de celas. Indagado sobre como uma geladeira entrou na cadeia, Jungmann foi direto: “Isso não seria possível sem algum tipo de acordo tácito entre o sistema prisional e as gangues que estão lá dentro e controlam esses presídios.”

Último levantamento/Via Agencia Brasil.

Os dados são do Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen) divulgados em dezembro de 2017, em Brasília, pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça.

O total de pessoas encarceradas no Brasil chegou a 726.712 em junho de 2016. Em dezembro de 2014, era de 622.202. Houve um crescimento de mais de 104 mil pessoas. Cerca de 40% são presos provisórios, ou seja, ainda não possuem condenação judicial. Mais da metade dessa população é de jovens de 18 a 29 anos e 64% são negros.

O sistema prisional brasileiro tem 368.049 vagas, segundo dados de junho de 2016, número estabilizado nos últimos anos. “Temos dois presos para cada vaga no sistema prisional”, disse o diretor-geral do Depen, Jefferson de Almeida. “Houve um pequeno acréscimo nas unidades prisionais, muito embora não seja suficiente para abrigar a massa carcerária que vem aumentando no Brasil”, afirmou

De acordo com o relatório, 89% da população prisional estão em unidades superlotadas. São 78% dos estabelecimentos penais com mais presos que o número de vagas. Comparando-se os dados de dezembro de 2014 com os de junho de 2016, o déficit de vagas passou de 250.318 para 358.663.

A taxa de ocupação nacional é de 197,4%. Já a maior taxa de ocupação é registrada no Amazonas: 484%.

Coluna do Paulo Capelli/O Dia.

Com Agencia Brasil

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário

Curta nossa página

Veja posts mais antigos

fevereiro 2018
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728  

Fale conosco

Hora certa

A voz de Sobral em Brasília

Deputado Federal Moses Rodrigues

Parceiros do Blog

Tel: (88) 3611-4536

MAIS DE 20 ANOS DE SUCESSO

Rua cel. Ernesto Deocleciano, 660 - centro - Sobral - ceará

Fone: (88)3613-2127

Forronejo na Fm Paraíso