set
27
2017

CEARÁ – PREOCUPANTE: Ceará registra mais de 110 mil casos e 99 mortes por chikungunya, dengue e zika.

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado do Ceará(Sesa), de janeiro até o dia 16 de setembro deste ano foram registrados mais de 88,7 mil casos de chikungunya, com 87 mortes; 22,1 mil casos de dengue, com 12 óbitos, e 274 casos de zika. Com isso, o Estado continua em alerta para o combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor destas arboviroses.

LEIA MAIS: Epidemia de chikungunya em Fortaleza atinge todos os bairros

Para isso, a campanha “Todos Contra o Mosquito”, realizada pelo Governo do Estado, está expandindo suas ações. Uma delas é o Curso de Análise de Dados Epidemiológicos das Arboviroses, que foi desenvolvido por técnicos da Vigilância Epidemiológica da Sesa, das Coordenadorias Regionais de Saúde (CRES) e do município de Fortaleza e cinco alunas de pós-graduação em Saúde Pública da Universidade Federal do Ceará (UFC). O curso teve início na segunda-feira (25), segue até sexta (29) e tem como objetivo capacitar os profissionais da Vigilância Epidemiológica quanto ao momento vivido pelo Estado.

As aulas abordam algumas questões como as ferramentas que são utilizadas para fazer a análise e o monitoramento dos bancos de dados, para dar confiabilidade ao material e otimizar a vigilância realizada. Serão apresentados aos participantes do curso como é feita a vigilância laboratorial das doenças e seus aspectos clínicos, epidemiologia de campo, sistemas de informação, detalhes sobre o Diagrama de Vigilância e Controle de Dengue, monitoramento das ferramentas do Plano de Vigilância e Controle das Arboviroses, relatórios técnicos sobre a questão epidemiológica dos municípios do Estado e detalhes sobre o Painel de Indicadores.

Em junho deste ano, o Governo do Estado lançou as ações estratégicas de combate ao Aedes aegypti. Com isso, os municípios tem que cumprir seis dos critérios pré-estabelecidos no termo de compromisso firmado pelo governador Camilo Santana e pelo secretário de Saúde Henrique Javi. Dentre os criterios destaca-se a cobertura mínima de visita domiciliar de 80% dos imóveis.

Fonte: Diário do Nordeste.

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 25 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente na Rádio Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e em 2018 estreamos com o Programa A HORA DA NOTÍCIA, a partir das 12 hs. Participo ainda do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário

Curta nossa página

Veja posts mais antigos

setembro 2017
S T Q Q S S D
« ago   out »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Fale conosco

Hora certa

A voz de Sobral em Brasília

Deputado Federal Moses Rodrigues

Parceiros do Blog

Tel: (88) 3611-4536

MAIS DE 20 ANOS DE SUCESSO

Rua cel. Ernesto Deocleciano, 660 - centro - Sobral - ceará

Fone: (88)3613-2127

Forronejo na Fm Paraíso