set
27
2017

CEARÁ – PREOCUPANTE: Ceará registra mais de 110 mil casos e 99 mortes por chikungunya, dengue e zika.

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado do Ceará(Sesa), de janeiro até o dia 16 de setembro deste ano foram registrados mais de 88,7 mil casos de chikungunya, com 87 mortes; 22,1 mil casos de dengue, com 12 óbitos, e 274 casos de zika. Com isso, o Estado continua em alerta para o combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor destas arboviroses.

LEIA MAIS: Epidemia de chikungunya em Fortaleza atinge todos os bairros

Para isso, a campanha “Todos Contra o Mosquito”, realizada pelo Governo do Estado, está expandindo suas ações. Uma delas é o Curso de Análise de Dados Epidemiológicos das Arboviroses, que foi desenvolvido por técnicos da Vigilância Epidemiológica da Sesa, das Coordenadorias Regionais de Saúde (CRES) e do município de Fortaleza e cinco alunas de pós-graduação em Saúde Pública da Universidade Federal do Ceará (UFC). O curso teve início na segunda-feira (25), segue até sexta (29) e tem como objetivo capacitar os profissionais da Vigilância Epidemiológica quanto ao momento vivido pelo Estado.

As aulas abordam algumas questões como as ferramentas que são utilizadas para fazer a análise e o monitoramento dos bancos de dados, para dar confiabilidade ao material e otimizar a vigilância realizada. Serão apresentados aos participantes do curso como é feita a vigilância laboratorial das doenças e seus aspectos clínicos, epidemiologia de campo, sistemas de informação, detalhes sobre o Diagrama de Vigilância e Controle de Dengue, monitoramento das ferramentas do Plano de Vigilância e Controle das Arboviroses, relatórios técnicos sobre a questão epidemiológica dos municípios do Estado e detalhes sobre o Painel de Indicadores.

Em junho deste ano, o Governo do Estado lançou as ações estratégicas de combate ao Aedes aegypti. Com isso, os municípios tem que cumprir seis dos critérios pré-estabelecidos no termo de compromisso firmado pelo governador Camilo Santana e pelo secretário de Saúde Henrique Javi. Dentre os criterios destaca-se a cobertura mínima de visita domiciliar de 80% dos imóveis.

Fonte: Diário do Nordeste.

About the Author: Bené Fernandes

Radialista com mais de 20 anos de militância em Sobral(CE), e agora Jornalista Profissional, Registro- 01657 MTb - datado de 23/12/2004. Trabalha atualmente nas Rádios Paraíso FM-101,1 Mhz, com o Programa FORRONEJO e na Rádio Coqueiros FM -95,3 Mhz, no Programa HORA DA NOTÍCIA. Participo do Programa Alô Alô Zona Norte na Rádio Tupinambá AM de Sobral, com o quadro "moendo a notícia", onde faço comentários sobre os principais fatos da nossa política.

Deixe um comentário

Anuncie aqui!

Faculdades Uninta

Faculdades Uninta

Image and video hosting by TinyPic

Curta nossa página

Veja posts mais antigos

setembro 2017
S T Q Q S S D
« ago   out »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Fale conosco

Hora certa

A voz de Sobral em Brasília

Deputado Federal Moses Rodrigues

Parceiros do Blog

Tel: (88) 3611-4536

MAIS DE 20 ANOS DE SUCESSO

Rua cel. Ernesto Deocleciano, 660 - centro - Sobral - ceará

Fone: (88)3613-2127



Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


Forronejo na Fm Paraíso